Você sabia que as eleições estão chegando?

00 dias

00 horas

00 min

00 seg

Quanto antes você começar seu planejamento, mais chances de sucesso!

Blog

Sites para você trocar, compartilhar ou alugar seus bens

Trocar ou alugar bens, ao invés de comprá-los, para ajudar o planeta. Esse é o objetivo do consumo colaborativo, tendência que ganha força mundial e chega aos poucos no Brasil.

De acordo com os empreendedores Rachel Borsman e Roo Rogers , que escreveram o livro ‘Collaborative Consumption’, o fenômeno “refere-se à expansão das práticas de compartilhamento, troca, empréstimo, intercâmbio, aluguel e doação, reinventados por meio da tecnologia de rede em uma escala e de uma maneira sem precedentes”.

As ofertas são as mais inusitadas possíveis. Vão desde o aluguel de carros por períodos fracionados em horas, empréstimo de furadeira para uma reforma rápida ou a troca de um livro ou roupa que estavam esquecidos no armário.

Você deve estar pensando, agora: “Mas será que isso é seguro?” Em um modelo de consumo colaborativo, a reputação das pessoas se torna uma das principais moedas. Então, antes de efetuar sua troca/aluguel você terá como analisar se quem o oferece é confiável.

Conheça algumas ferramentas que trabalham esse conceito:

Brasileiras

Dois Camelos: Aplicativo permite troca de produtos entre usuários do Facebook. Você pode oferecer ou divulgar o que está precisando.

Enjoei: Bazar online de roupas e acessórios que você pode vender o que não usa mais.

Pto de Contato: Profissionais autônomos dividem o mesmo espaço de trabalho.

DescolaAí: Além da troca, possibilita o aluguel de bens. Vantagem: o site possui um sistema que localiza o usuário mais próximo geograficamente daquele que procura o produto.

Boxkids: Ajuda pais a trocarem roupas, livros e brinquedos das crianças.

Estrangeiras

Zipcar: Serviço de aluguel de carros, no qual as pessoas alugam seus veículos para outras por algumas horas.

Swap: Permite a troca de um objeto por outro.

Conhece mais alguma brasileira? Compartilhe conosco!